resfriador-posterior

Em um sistema de tratamento de ar comprimido, a primeira e fundamental etapa é a redução da temperatura do ar até próximo a temperatura do ambiente. Isso por que após a compressão a temperatura pode chegar a 200ºC.

Pensando nisso podemos dizer que os resfriadores posteriores resfriados a água são equipamentos ideais para essa função desempenhando papel importante na remoção dos condensados originados nessa fase, que são 70% da contaminação líquida do ar comprimido.

Os resfriadores posteriores resfriados a água podem ser usados em todos os tipos de compressores de ar comprimido. Eles resfriam o ar comprimido retirando até 90% da água existente nele e tornando-o ideal para posterior filtragem e secagem.

Os resfriadores posteriores usam água para resfriamento do ar e são providos de um feixe tubular de cobre espiralado e expandido nas pontas garantindo grande eficiência na troca térmica. Sua vedação é feita por anéis de borracha e espelho flutuante, o que garante elevada vedação e permite a dilatação térmica do feixe tubular. Isso assegura o perfeito funcionamento do conjunto por muito tempo.

O fluxo de ar no resfriador posterior deve ter sentido contrario ao fluxo de água o que proporciona grande eficiência térmica. Na saída de ar do resfriador posterior existe um separador de condensado com elemento fixo livre de manutenção.

O resfriador posterior possui um projeto compacto de fácil manutenção e instalação. Os resfriadores posteriores tem vida útil bem superior aos modelos compatíveis que não utilizam água.